8 Benefícios do Jejum Intermitente

Você conhece o jejum intermitente e tudo o que ele pode fazer pela sua saúde? O jejum intermitente é uma prática que pode assustar quem não sabe muito sobre o assunto e se sente mal quando fica mais de 3 horas sem comer.

Entretanto, a ciência já comprovou inúmeros benefícios para a saúde do seu corpo, quando feito corretamente e com acompanhamento de profissionais da saúde como médicos e nutricionistas.

Como Surgiu o Jejum Intermitente?

Tudo se baseia na evolução do corpo humano ao longo de milhares de anos, que foram moldando nossos hábitos alimentares, necessidades e capacidades. Durante 95% da evolução humana, as pessoas não tinham horários regrados para comer, e frequentemente passavam mais de um dia sem uma única refeição.

Se isso nos deixasse fracos a ponto de não conseguir raciocinar direito e fazer esforço físico, já teríamos sido extintos pois não teríamos energia para caçar e coletar. Assim, metabolicamente, em estado de jejum prolongado, existe uma liberação maior de energia, e não menor, a fim de possibilitar que a pessoa consiga obter comida e o corpo seja novamente alimentado.

Após pesquisas nas áreas de paleontologia, antropologia e nutrição, hoje sabemos que o jejum não só é possível como também saudável. 

Quais os Benefícios do Jejum?

  • Emagrecimento

Além de aumentar o espaço entre as refeições, a prática do jejum também diminui o número total de calorias, na maioria das vezes. Além disso, como você passa a sentir menos fome, é muito mais fácil fazer dieta e emagrecer sem sofrimento.

  • Controle das Taxas de Açúcar

Quem precisa controlar o açúcar no sangue por já estar pré-diabético ou diabético pode se beneficiar de ficar muitas horas em jejum. Afinal, isso faz com que o corpo regule novamente o metabolismo dos carboidratos e diminua os picos de hiperglicemia. É claro que você deve conversar com seu médico e nutricionista para fazer o jejum de forma saudável.

  • Menos Resistência à Insulina

A resistência à insulina faz com que mesmo o pâncreas produzindo esse hormônio, ele passe a não conseguir acessar as células, e assim você acaba desenvolvendo Diabetes Tipo 2. Portanto, diminuir a resistência à insulina é um dos principais objetivos de saúde após os 40 anos.

  • Foco Mental

Passar mais de 8 horas em jejum já produz benefícios ao cérebro, aumentando seu foco e atenção. Isso é particularmente importante para pessoas que sofrem de déficit de atenção ou quando você sente sono durante as aulas. Manejar algumas horas de jejum podem ser muito úteis para sua performance mental.

  • Energia Física

Assim como a mente, o corpo tende a ficar mais desperto e os níveis de força aumentam com o jejum. Assim, seu treino, especialmente o de força (musculação, crossfit, etc) pode render muito mais. Com 12 à 16h de jejum, você tem um pico de liberação de Gh, o hormônio do crescimento, e consegue bater recordes pessoais. 

Como Fazer Jejum Intermitente?

É muito importante saber que o jejum intermitente deve ser feito com conhecimento e consciência, e sempre de maneira progressiva. Ele faz parte de uma abordagem natural de alimentação e que na maioria das vezes exclui processados e excesso de carboidratos.

Assim, você se acostuma a ficar 4h sem comer, depois 5, depois 6h… até que fica 16, 20h sem comer e então faz uma refeição altamente nutritiva e saudável. Não se mistura a técnica de jejum intermitente com a ingestão de junk food, doces e biscoitos. 

Você vai desenvolver disciplina, autocontrole e ter muitos benefícios à saúde. Entretanto, se mal feita, a prática pode causar dor de cabeça, tontura e irritabilidade. 

Inicie o jejum com orientação do seu nutricionista ou médico e colha todos os benefícios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *